Cuidados com a pele do rosto durante a quarentena após os 30 anos

Não se descuide nesses tempos de quarentena, a pele de todas as mulheres necessitam de cuidados. Principalmente a pele da face, se você já possui mais de 35 anos, tem percebido alterações, por isso é importante intensificar os cuidados diários e a proteção solar.

O fato de estar confinada em casa não pode ser uma desculpa para a falta de cuidados.

Imagino que tenha alguns produtos que gosta de usar ou, possui aqueles que sua dermatologista lhe receitou e estão esquecidos na prateleira. Pode começar a usar já, ainda é tempo!

Produtos de beleza
Produtos de beleza. Foto: Vivenciasforall

Geralmente o recomendado é:

  1. Faça a limpeza diária com um sabonete específico para seu tipo de pele.

2. Use hidratação sempre, aqueles produtos com Vitamina C promovem uma redução dos radicais livres e permitem um clareamento, pois retardam o envelhecimento.

3. À noite sempre tire a maquiagem, com demaquilante ou água micelar. Depois lave com sabonete específico e coloque seu hidratante noturno.

O hábito é que vai trazer resultados na sua pele do rosto, lembre-se de que essa rotina deve ser feita todos os dias.

E importante! Quando sair não esqueça do protetor solar. Saiba que a radiação solar é uma das maiores causa do envelhecimento da pele.

Cuide-se e permaneça radiante.

Obs.: não é só para mulheres, os homens também precisam de cuidados na pele da face.

Conectar-se. Conexões são importantes.

Todos precisamos nos conectar, seja com a família, com amigos, com a espiritualidade, com o divino, com arte. Seja com o que for.

Não é saudável viver sem conexões. Mesmo em tempos de distanciamento social, nos conectamos com a arte ou com atividades físicas em casa.

Então, me diga, hoje você irá se conectar com….

Como não desgastar seu relacionamento estando em casa o dia todo por causa da pandemia

Manter a chama acesa durante a quarentena pode ser difícil, a convivência diária, 24 horas, sem vida social, pode desgastar o casal, porém fiquem tranquilos existem dicas de atitudes para você fazer que vão ajudar a não tornar chata a rotina dentro de casa. E seu relacionamento vai ficar em paz e harmonia durante o período da quarentena.

Roupa Íntima Rendas vivenciasforall
Rendas. Foto: Vivenciasforall

Nada de brigas por bobagem, pois as reclamações o tempo todo desgasta bastante, procure elogiar algo que seu parceiro(a) realizou no dia: lavou os pratos, arrumou a cama, fez a comida, e por aí vai, parece bobagem, mas não é. O dia a dia vai consumindo as boas ações e, você não presta atenção no outro (a), por isso elogie as pequenas atitudes. Comece fazendo isso agora!

Utilize uma roupa íntima diferente quando estiver a dois, isso causará surpresa e trará uma satisfação. Importante também é entrar em acordo com os horários e programas de TV que assistem, caso tenham apenas uma TV na casa, faça combinados a fim de que ambos fiquem satisfeitos.

Boa sorte, mas acima de tudo nesse momento de pandemia: fique em casa, se puder!

O que te movimenta?

Alô! Você é uma pessoa ativa?

Essa frase, “ser ativa”, tem muitos significados na nossa língua portuguesa. Para a Geografia e Estatística, uma pessoa ativa é aquela que está apta à vida profissional, ou seja, trabalhando, mas em qualquer situação, uma pessoa ativa é aquela que está exercendo alguma atividade.

Uma pessoa aposentada é denominada inativa, na terminologia previdenciária, porém não quer dizer que esta pessoa não pratique outras atividades.

Fazer exercícios, dançar, namorar, e ter um passatempo, faz todas as pessoas serem ativas, por isso a pergunta título deste post: o que te faz movimentar-se?

Academia. Atividade física. Movimentar-se . Movimento. Vivenciasforall
Fazer atividade física. Foto: #vivenciasforall

O que faz você sair de casa, sair do sofá, ter uma atitude pró-ativa na vida?

Cuidar do corpo e ter atividades, mantém a mente sadia, lembre-se que estamos no mês de setembro,onde as atenções estão voltadas para a redução do suicídio. Campanha do setembro amarelo.

Sair para aumentar sua consciência corporal através de atividades físicas ou de meditação. Também pode sair para fazer compras ou ao salão de beleza, cuidando, assim, da auto-estima. Pequenas atitudes diárias que fazem movimentar-se.

Incluam os idosos em algumas atividades, cozinhar, fazer compras, ou, até mesmo, pregar um botão em uma roupa, eles precisam sentir que ainda são úteis, pois é grande o número de depressivos nessa faixa etária da vida.


Meu amigo leitor, esse post é especial para você entender que é uma pessoa importante, por isso precisa envolver-se em atividades ou atitudes diárias para movimentar o seu corpo e mente.


Viva a vida! Vamos todos divulgar o setembro amarelo.

Você acredita no amor?

O amor, esse lindo sentimento que inunda nosso coração e toma conta de nossa mente, sim porque quando amamos até conseguimos pensar em outras coisas, mas eis que de repente a pessoa amada surge em nossos pensamentos.💕💕

Aí você pensa: Porque amar se não podem ficar juntos? Porque é tão difícil esquecer? Será que a outra pessoa sente a mesma coisa?

Queridos leitores, acreditar no amor é acreditar em algo abstrato e ao mesmo tempo, real. O amor existe sim. Creia nisso, e depende boa parte de você e está em você.

O que faz uma mãe cuidar de seu filho incapaz com toda a força e recursos que possui para garantir que não morra? O que faz uma pessoa cuidar de outro em seu leito hospitalar? O que faz o filho não abandonar seus pais já idosos?

Sim, é o amor.

O amor está presente em todas essas cenas do cotidiano, e você já deve ter sentido, porém como uma boa parte da população, tem medo… Medo de se entregar, medo de sofrer, medo de ser traído, medo de ser abandonado, medo de não ser correspondido, ou seja medo, medo e mais medo.

Enfrente seus medos, pois para sermos quem somos, todos os dias alguém desafiou o seu medo. Desde criança no primeiro caminhar, andar de bicicleta, descobrir cura para as doenças, pesquisas, e entre tantas outras coisas, o medo esteve presente e foi desafiado, por isso para amar não é diferente. A nossa mente cria as próprias barreiras.

As pessoas encontram-se todos os dias com pessoas maravilhosas e interessantes, mas não conseguem se entregar e ver além para conseguir construir um relacionamento amoroso.

Pense: você acredita no amor? Se a resposta for sim, pode ter certeza que ele vai te encontrar.

Fazer papel de bobo e ficar sem saber o que dizer na presença da pessoa amada, querer ficar junto o tempo todo, sentir falta do sorriso e olhar a foto daquela pessoa várias vezes podem ser sintomas de que está apaixonado (a).

A pessoa não está contigo? Nem tudo está perdido, apenas sinta, o amor é um sentimento tão nobre e, saiba que nem todos sentem na mesma intensidade, por isso, mesmo que não seja correspondido é bom senti-lo.

O que não vale é querer que o ser amado sinta o mesmo que você à força, ou por manipulação. Apenas ame, respeite e não persiga. Caso não consiga sozinho se livrar dos medos ou deixar de amar alguém que não corresponde procure ajuda de um especialista.

Acredite no amor, ele pode estar nos lugares mais inusitados que você nem imagina, e em todas as idades. Conte-nos sua história de amor.